Historia do Senhor dos Milagres - BH
Portuquês    Brasil   Espanõl    Peru
 
      O Andor do Senhor dos Milagres

     A história do andor do Senhor dos Milagres em Belo Horizonte, começou nas celebrações de outubro de 2000, quando o artista plástico Emilio Guerrero se propôs a fazer uma réplica da Sagrada Imagem, a óleo, para levarmos em procissão.
     Com a tela pronta, o Mayordomo das celebrações do ano 2001, Marcelo Cury, projetou o andor para instalá-la, com os anjos e demais apetrechos. O conjunto ficou pronto no dia da procissão, 27 de outubro de 2001.  O tabuleiro e suas estruturas foi construído por Sidney Cury,  a moldura da tela foi feita por José Peixoto e os dois anjos foram colocados pelo próprio Mayordomo. O projeto foi inspirado no andor das Nazarenas e inicialmente foram colocadas apenas 4 varas, comportando oito Carregadores.
     Acrescentando-se outros detalhes ao andor, como a imagem da Nossa Senhora das Nuvens, seus respectivos altar e anjos, na parte de trás do andor, além de bateria para iluminação, extensões e revestimento das varas, foi necessário o acréscimo de mais duas varas, aumentando o número de Carregadores para 12.
     A moldura com a imagem do Senhor dos Milagres tem um arco na parte de cima, totalizando 1,31 m de largura por 1,76 m de altura. O peso aproximado da moldura com a imagem é de 25 Kg. A Imagem da Nossa Senhora da Nuvem tem a mesma moldura, com as mesmas dimensões, mas pesa apenas 15 kg.

     Originalmente, o tabuleiro foi feito de estrutura metálica e revestido de mogno, medindo 1,14 m de comprimento, 1,44 m de largura e 10 centímetros de altura. Sobre o tabuleiro, foram feitos dois altares, um sob a Imagem do Senhor e outro sob a Imagem da Virgem, de 75 cm de largura, 40 cm de altura e 40 cm de comprimento. Tem quatro pés metálicos desmontáveis, medindo 77 cm de altura, 5 cm de largura e 3 cm de comprimento. O suporte metálico para a moldura mede 1,23 m de largura e 1,60 m de altura, tendo duas mãos francesas de 1,20 m de comprimento. As duas varas metálicas tinham 2,50 m de comprimento, 3 cm de largura e 5 cm de altura. O conjunto do tabuleiro com as estrutura, os pés e as varas pesavam aproximadamente 70 Kg.
    Após a primeira reforma do tabuleiro, o seu peso mais que dobrou, pois trocamos as varas de metal por varas de madeira,  fizemos um
reforço de aço nos pés, assim como um reforço de madeira em todo o contorno,  acrescentando 50 centímetros em seu comprimento e 15 cm em sua altura. Com o acréscimo da Nossa Senhora das Nuvens, abolimos as mãos francesas, mas reforçamos a estrutura com tirantes de bronze.  
     Há quatro anjos brancos e dourados no conjunto do andor, cada um medindo 68 centímetros. Os anjos foram pintados por Carmen Lay Su e pesam, juntos, 60 Kg.
     O peso do conjunto já passou dos 300 kg e a cada ano aumenta um pouco mais. A altura total do andor passa de 3 metros, a lar
gura total é de 1,5 m e o comprimento, sem as varas, é de 1,6 m e com as varas, chega a 4 metros.

 
 
Señor de los Milagras © 2001 - 2010
Todos os direitos reservados
Site desenvolvido por  Sidney Guimarães Cury
<body> . </body>