Historia do Senhor dos Milagres
Portuquês    Brasil   Espanõl    Peru
     Antonia Lúcia do Espírito Santo 

     Antonia Lúcia Maldonado de Verdugo nasceu em Guayaquil, Equador, no dia 12 de junho de 1646. Órfã de pai, chegou à Callao, cidade vizinha da capital do Peru, em companhia de sua mãe, em 1657.

     Aos 30 anos Antonia Lúcia se casou, por imposição de sua mãe, com Alfonso Quintanilla, homem muito pobre mas com grandes dotes morais. Entretanto, ao tomar conhecimento que sua esposa tinha inclinação para o serviço de Deus, ele concordou em guardar a sua castidade.

     Nessa época, Antonia Lúcia vestia uma túnica roxa, com a devida autorização de seu esposo e com licença eclesiástica. Seu esposo faleceu em 1681 e ela ficou, então, livre para cumprir sua verdadeira vocação, fundando o Beatério de Monserrate, conhecido hoje como Instituto Nazareno. O Beatério só funcionou por 17 anos, pois as autoridades da época o fecharam e demoliram por não ter a licença real requerida.

     No dia 15 de abril de 1698, durante a missa na igreja do Senhor dos Milagres, Antônia Lúcia teve a sensação de ser a vontade divina que as irmãs do Beatério de Monserrate deviam mudar-se para o santuário do Senhor dos Milagres. Foi no dia 12 de outubro de 1700 que Sebastián de Antuñano y Rivas, amigo de Antonia Lúcia, doou às beatas os terrenos ao redor da igreja. Elas fundaram o Monastério das Irmãs Nazarenas Carmelitas Descalças e, desde então, são as zeladoras do mural, vestidas com o hábito na cor roxa, que simboliza a fé e a devoção no Senhor dos Milagres.

 
 
Señor de los Milagras © 2001 - 2010
Todos os direitos reservados
Site desenvolvido por  Sidney Guimarães Cury
<body> . </body>